Transmitindo um evento ao vivo com FMS: Os Bastidores

Como eu havia informado, fizemos a transmissão ao vivo do evento Claro ParkFashion no site Comuniweb. E como prometido, vou revisitar este evento agora para mostrar para vocês como foi feita a integração e a logística geral do evento e como tudo começou.

Primeiro passo: A ídeia e o projeto

O primeiro passo foi a ídeia. Ponto crucial de qualquer projeto. Ao ser questionado sobre se podiamos botar videos curtos no site eu disse, “sim, claro”. Mas logo depois comeceia pensar - Por que apenas videos curtos? Porque não transmitimos ao vivo? - e decidi conversar com o Leonardo França, meu braço direito aqui no jornal. Perguntei se seria possível, e o que precisavamos.

Rapidamente montamos um projeto simples que poderia atender ao que tinhamos pensado. Neste ano teriamos um diferencial no evento e fariamos algo inovador e pioneiro. Rapidamente desenhei a solução, escrevi um documento, indicando equipamentos, funcionalidade e pessoal recomendado.

O Resultado foi rápido, projeto aprovado.

Gráfico de funcionamento

Segundo passo: Testes

Com um ideal projetado, agora só restava começar a andar nesta direção. O projeto cresceu e mudou um pouco nesta etapa. O leo rapidamente montou alguns scripts em Flex para podermos fazer os testes. Inicialmente iriamos usar o RED5 em um servidor local, mas por questões de segurança movemos tudo para o serviço de FMS da LocaWEB. Com a webcam embutida de meu notebook fizemos os testes iniciais e começamosa ver que tudo daria certo.

Rapidamente pegamos duas webcams para melhorar os testes e vimos que os dois aspectos do projeto, transmissão ao vivo e depoimentos em video, funcionariam bem juntos. Neste momento foi decidido e autorizada a transmissão dos desfiles, além da webcam que teriamos no nosso estande.

Após a alegria inicial pensamos - e agora? como? - a preocupação era básica, por um motivo, essa transmissão seria enviada direto da mesa de som/audio e não de uma simples webcam, será que isso iria funcionar? Conseguimos uma camera e uma placa de captura de vídeo com o diretor de Tecnologia e asim seguimos o teste.

Após algumas pedras no caminho, SUCESSO!

Terceiro passo: Desenvolvimento e “maquiagem”

Com o principal encaminhado separei o trabalho com o Leo, deixando ele cuidando das telas de transmissão e visualização das partes “ao vivo” enquanto eu cuidava das outras áreas, notícias, fotos, conteudo e toda estrutura de base.

Nosso colega designer Giacomo Porcaro se encaregou de deixar tudo “maquiado” e não em times new roman com fundo branco e links azuis, e assim seguimos em frente, com problemas básicos, mas nada traumático.

Quarto Passo: Montar o estande

Depois de acomapnhar as reuniões sobre como seria o estande e garantis dois pontos de rede, um de energia e um sinal da mesa de som (prontamente atendido pelo Leo da Ilha da Imagem e o pessoal da Creative Image), chegou o dia de irmos ao ParkShopping botar tudo junto e realizar os testes de fora da empresa.

Então lá fomos nós com os notebooks, hub’s e tudo que precisavamos. Chegando lá enquanto as mesas e apoios nao chegavam mostramos que programador bom programa em qualquer lugar (veja foto) e seguimos em frente fazendo testes pequenos da rede e da transmissão.

Trabalhando “on-site” Em seguida fomos montando o estande, colocando a webcam no seu lugar. Com mesas no lugar iniciamos os testes da camera do estande e tudo correu muito bem. Quando fomos habilitar a transmissao da mesa de som do evento tivemos alguns problemas de configuração da máquina, mas tudo foi resolvido. Infelizmente não foi possivle transmitir som em nenhum dos casts, mas isso acabou pelo melhor.

Neste momento chegando perto da abertura do evento, decidimos remover os depoimentos em video, pois a banda disponibilizada no evento era muito restrita e isso prejudicava os videos, tanto a transmissão quanto os depoimentos.

Quinto Passo: Correr pro abraço

Finalmente botando no ar tudo foi só uma questão de monitorar o servidor, apoiar a equipe de jornalistas que atualizava direto do evento e driblar os probleminhas, como o periodo de oscilação da internet. A parte mais legal foi poder receber elogios, inclusive de outros sites, e das pessoas que visitavam o estande.

Ao vivo fonte: finissimo.com.br

Outro momento interessante foi a oportunidade de dar uma breve entrevista ao vivo na rádio transamérica com o Fábio Professor. Escute o áudio aqui

Confira também no Blog do Leonardo França que vai postar mais detalhes técnicos sobre a solução que usamos.

comments powered by Disqus

Related Posts

2009: Um ano do PHP no Brasil e no mundo

2009: Um ano do PHP no Brasil e no mundo

  • December 15, 2009

Enquanto sento aqui em frente ao Wordpress e lendo meu post sobre 2008 eu vejo que este ano realmente foi um ano de muita mudança e sucesso.

Read More
php|tek09: Dia #1

php|tek09: Dia #1

  • May 20, 2009

Dia de tutoriais na php|tek! O dia começou com um café da manha regado a PHP onde pude falar com muitas pessoas do dia anterior e conhecer o Matthew Weier O’Phinney.

Read More
Desenvolvendo um auto-complete com PHP e Ajax

Desenvolvendo um auto-complete com PHP e Ajax

  • July 10, 2006

** Script atualizado para versão 1.1, clique aqui para ver os detalhes **

Desenvolvendo uma solução de sistema de gerência para o Dep. Comercial do ComuniWeb recebi inúmeros pedidos de “mas não pode aparecer os nomes dos clientes quando vou digitando?”. Ok não foi tão lindo e poético assim, na verdade o que acontecia era que o auto-complete padrão do IE causava uma confusão enorme nos usuários (usuário é usuário né?).

Me vi então cara a cara com um problema, como resolver este problema? Precisava que um script ao tempo que a pessoa digitava fizesse uma busca no banco para retornar a lista de clientes e o seu vendedor, isso tudo num browser. Se o tmepo hoje fosse alguns meses atrás (não muitos) eu falaria “impossível, estamos falando de web, nao delphi ou VB!”. Alás que surgiu o xmlHttpRequest e tudo mudou…

Read More